10 indícios de que a sua empresa está pronta para crescer

Conheça os sinais de que está na hora de o seu negócio mudar de patamar.

Quase todo empreendedor sonha em ter uma empresa grande o suficiente para se tornar referência no seu setor. Mas o caminho para chegar lá envolve uma série de cuidados, estudos e pesquisas, além de muito trabalho e dedicação para o pequeno negócio se estabelecer no mercado e criar bases fortes para expandir.

Quer saber se esse é o caso da sua empresa? O Estadão PME consultou especialistas em empreendedorismo para identificar os sinais de um negócio está pronto para uma nova etapa. Confira:

1 – Você não consegue mais administrar o negócio sozinho
Se o empreendedor já não consegue administrar o negócio por conta própria e precisa delegar tarefas, é sinal de que a empresa está não só pronta, mas  precisa crescer. O desafio aqui é abrir mão do controle total da empresa para adotar uma gestão profissional e bem estruturada, tarefa nem sempre fácil, especialmente para quem tem perfil centralizador. Segundo o consultor do Sebrae, Reinaldo Messias, o empresário que comanda um negócio em expansão precisa estar preparado para  tomar decisões mais estratégicas do que operacionais. “Nesse momento de ascensão podem aparecer problemas que, quanto antes corrigidos, vão fazer a empresa crescer para outro patamar mais rápido”, diz.

2 – Você contratou especialistas em diferentes áreas
Admitir pessoas especializadas em áreas na qual o empreendedor não tem conhecimento ajuda a empresa a se desenvolver de forma profissional e sustentada. Se o seu negócio está maduro a ponto de você sentir necessidade de fazer essas contratações, é sinal de que sua empresa está pronta e começando a crescer. “A expansão exige que o empresário agregue outras competências à empresa que normalmente ele não tem”, diz a gerente do Instituto Endeavor, Letícia Queiroz,

3 – O negócio alcançou estabilidade
Se a empresa passou por desafios como conquistar clientes, conseguir relevância no mercado e, por isso, conseguiu estabilidade, é hora de estruturá-la para dar o próximo salto e crescer, para não correr o risco de estagnar.  “Ficar estagnado é muito ruim, porque implica em não ter inovação, o que pode fazer a empresa sumir”, diz Letícia.

4 – Você precisa de indicadores mais elaborados para acompanhar os resultados
No início da empresa, o empreendedor consegue acompanhar de perto os resultados e os investimentos feitos no negócio. Quando esse acompanhamento se torna mais difícil é sinal de que a empresa está crescendo e precisa de cuidados para fazer isso de forma saudável. Um deles é transformar os resultados em indicadores.

5 – Você precisa criar uma cultura corporativa
Se o número de funcionários aumentou e você já não consegue mais acompanhar o desempenho de cada um de perto, pode ser sinal de que seu negócio está prosperando. O segredo aqui é estabelecer regras e normas que ajudem a criar um padrão de qualidade que não mude com a ausência do empreendedor. É a chamada cultura corporativa.

6 – Seu negócio tem sucesso e você não quer perder espaço para a concorrência
A expansão da economia e aumento da renda estimularam o consumo e acirraram a disputa pelo cliente. Cenário que exige profissionalização e ganho de escala para que os negócios consigam oferecer produtos e serviços de qualidade a preços competitivos. Isso significa que ou a empresa cresce ou pode ser engolida pela concorrência.

7 – Sua empresa tem um futuro promissor
O maior indicador de que uma empresa está pronta para crescer é ter um diferencial competitivo. Os irmãos Marcus e Alexandre Hadade, por exemplo, precisaram mudar o ramo de atuação da empresa – no início uma gráfica – para sobreviver. Eles perceberam que havia espaço no mercado de pré-impressão e criaram uma plataforma inovadora de gestão de arquivos para ser usada pelo departamento de marketing das empresas. Dessa forma, o faturamento da Arizona subiu em seis anos de R$ 16 milhões para R$47 milhões. “É essencial que o empreendedor se pergunte o tempo todo se sua empresa vai ter um futuro brilhante. Se a resposta não for um sim convincente, é hora de repensar o seu diferencial competitivo, porque o mercado é cruel”, diz o diretor da empresa, Guilherme Bruno.

8 – O segmento no qual você atua está crescendo
Segundo Reinaldo Messias, consultor do Sebrae,  investir no crescimento é mais seguro quando o setor no qual o empresário atua está em expansão. Por isso, antes de investir para alcançar um novo estágio no mundo dos negócios,  é essencial que o empreendedor se pergunte se o que está crescendo é a empresa ou o segmento como um todo. “Quando a situação favorece só um negócio, pode ser que não exista sustentabilidade para a empresa crescer e, sim,  ser uma demanda pontual”, diz.

9 – Você consegue expandir sem perder a qualidade
A evolução da empresa não pode se tornar um problema que influencie na qualidade do produto ou serviço. Antes, é necessário analisar quais os limites e tomar medidas para estruturar melhor a operação para sustentar com qualidade o aumento da demanda.

10 – Você está preparado para lidar com os custos da expansão
Aumentar o tamanho de uma empresa significa que os custos com mão de obra e despesas fixas, por exemplo, também vão crescer.  Ter controle do fluxo de caixa e dos custos é, por isso, essencial. A empresária Lourdes Bottura, por exemplo, teve que reduzir drasticamente a sua margem de lucro para bancar a expansão da rede de restaurantes Badebeque, que hoje conta com cinco lojas.  “Tivemos que controlar muito os custos e passamos um bom tempo sem fazer retirada alguma”, conta ela, que investiu cerca de R$ 1,5 milhão na empreitada.

Fonte: Estadão PME