8 dicas para aproveitar melhor os eventos de negócios

Cada vez mais executivos dão uma pausa na rotina do escritório para ir a eventos de negócios. Eles são fonte de aprendizado e ajudam a turbinar a rede de relacionamentos. Só na cidade de São Paulo, estima-se que ocorrerão 90.000 eventos em 2012, entre palestras, feiras e encontros, segundo a São Paulo Convention & Visitors Bureau.

Veja as dicas para você aproveitar melhor esses momentos

Antes do evento

Programe-se

Conheça a agenda com antecedência. Busque o máximo de informações sobre as palestras, assim você pode selecionar as que valem a pena. Procure também saber quem são os palestrantes de seu interesse.

Conhecimento não faz mal

Informe-se previamente por meio de jornais, revistas e internet sobre o que será falado durante o evento. Isso o deixará mais preparado para aproveitar melhor as palestras. A sensação de satisfação também será maior

Durante o evento

Concentre-se

Evite ao máximo usar redes sociais, enviar e-mails, torpedos e atender ao telefone durante as apresentações. “Você distrai a si mesmo e a quem está ao seu redor”, lembra Mauricio Curi, embaixador do TEDx para o Brasil. Sem contar que poderá perder conteúdos importantes que estão sendo apresentados.

Se você gosta de fazer anotações, não queira fazer da palestra uma apostila. Marque apenas os pontos principais, ou seja, as grandes sacadas que ouviu.

Pausa para respirar

Descansar entre as palestras é essencial para você absorver melhor os conteúdos. Se o evento permitir, faça intervalos. É uma ótima oportunidade para fazer networking.

Troque ideias

Não saia pelo evento distribuindo cartões a todos. Foque em pessoas que podem lhe ser úteis. “Você não precisa, necessariamente, fazer networking, pode trocar ideias, que no futuro podem gerar um bom contato”, recomenda Mauricio Curi.

Após o evento

Reflexão

Reserve um tempo para pensar sobre o que conheceu. Saia com ao menos cinco ideias e faça conexões do que foi falado com a sua realidade. Isso ajudará a colocá-las em prática.

Compartilhe

Pratique o que aprendeu quando voltar ao trabalho. “Se você não aproveitar esse primeiro momento para aplicar o conhecimento e distribuir para as pessoas que possam ter interesse, é bem provável que, assim como o material ficará dentro da gaveta, as novas informações serão esquecidas”, brinca Marcos Braga, presidente da HSM.

Fonte: Exame