Abrindo caminhos para o empreendedor

Audirélia Firmino Barbosa, 34 anos, encontrou nas ações do Sebrae em Goiás uma estratégia para o sucesso empresarial. Na instituição ela já fez o Empretec – seminário criado para desenvolver e fortalecer o comportamento empreendedor dos participantes -, e cursos de Atendimento ao Público e Técnicas de Vendas.

A empreendedora Individual (E), de Piranhas (GO), garante não perder oportunidades de aprimorar seus conhecimentos para enfrentar o mercado. Por isso, não faltou ao evento Sebrae Itinerante, promovido no município pelo Sebrae Goiás e parceiros no início desta semana.

Audirélia aproveitou cada serviço prestado na ação. Participou de palestras, minicursos, oficinas e atendimento individual. Prepara-se agora para um salto de qualidade na Girassol Flores e Presentes, montada há três anos. A loja, comprada por R$ 5 mil, é um sonho concretizado pela ex-balconista. “Com R$ 2 mil emprestados pelo meu marido, mais o dinheiro do meu seguro-desemprego, investimos no empreendimento”, explica.

Atualmente, Audirélia projeta o crescimento do seu bazar, onde o consumidor pode encontrar arranjos florais, artigos de decoração, bonecos de pelúcia e até produtos sensuais. “Estamos fazendo a primeira Carta de Crédito do Banco do Brasil, como empreendedora individual”, destaca. Antes, ela havia feito empréstimo de R$ 2 mil no Banco do Povo, de Piranhas. “Utilizamos todo o tipo de crédito a que temos direito”, observa Audirélia, ao receber novo atendimento do banco popular, durante o evento Sebrae Itinerante.

A empreendedora conversou com o presidente do Banco do Povo local, Constantino de Freitas Novaes, que anunciou: “Temos R$ 80 mil em caixa para emprestar”. O Banco do Povo de Piranhas já emprestou R$ 1,2 milhão a aproximadamente 120 empreendedores do município. “Sobra dinheiro, principalmente pelo valor do primeiro crédito, que é de R$ 2 mil. Isso acaba inviabilizando projetos maiores”, considera. Para mudar isso, Constantino defende o limite de R$ 4 mil para o novo financiado.

Lindolfo Soares de Sousa, presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Piranhas (Aciap), acredita que a parceria junto ao Banco do Povo e o Sebrae em Goiás abre perspectivas de combate à informalidade empresarial que, segundo ele, “atinge cerca de 40% dos empreendimentos locais, principalmente no setor de confecções”.

Um dos benefícios do Sebrae Itinerante, apontado por Lindolfo, é o despertar para a necessidade de investir na qualidade do atendimento e dos serviços prestados na cidade.
Essa é a meta também do prefeito local, Samuel dos Santos Rodrigues. Ele mesmo cursou o Empretec, tornando-se finalista do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor em 2009, e um dos destaques temáticos da premiação, como o Melhor Projeto de Educação Empreendedora e Inovação.

“A parceria da prefeitura de Piranhas com o Sebrae em Goiás é fundamental para desenvolvermos nossas principais potencialidades, que são o turismo de aventura, a agricultura e a pecuária”, ressaltou Samuel, que trabalha um plano turístico estratégico para o município, com uma população de 11 mil habitantes.

O plano, segundo Sebastião Umbelino, gerente do escritório Oeste/Noroeste do Sebrae em Goiás, foi desenvolvido pela entidade depois que o prefeito recebeu o prêmio. “O prefeito Samuel investe nessa parceria responsável por preparar o município para o desenvolvimento planejado e sustentável”, analisa Sebastião. Para o gerente, o Sebrae Itinerante abre portas para o conhecimento de potencialidades locais e desperta nos moradores a vontade de empreender.

Fonte: Sebrae