Frente do Setor de Serviços quer reduzir informalidade

Agência Câmara

A Frente Parlamentar Mista do Setor de Serviços, instalada na semana passada, vai priorizar nesta legislatura ações para reduzir a informalidade e aprimorar as relações de trabalho. O presidente da frente, deputado Laércio Oliveira (PR-SE), explicou que a intenção do grupo é atuar como um interlocutor entre empresários e trabalhadores do setor, o Congresso e o governo federal.

Ele lembra que atividade terciária hoje envolve 27 setores. O deputado cita como exemplos informática, serviços gerais, logística e distribuição, telemarketing e restaurantes. O setor é responsável por 60,5% do PIB e, segundo dados do IBGE, emprega cerca de 68% dos trabalhadores com carteira assinada.

A frente, integrada por deputados federais e senadores da República, poderá, segundo o deputado, ter representações nas assembleias legislativas e câmaras municipais. Laércio Oliveira explica que as ações do grupo serão realizadas em parceria com entidades sindicais, associações e instituições de ensino e pesquisa.

O parlamentar ainda informou que a frente vai estimular a apresentação de propostas para aprimorar políticas públicas de estímulo ao desenvolvimento econômico, combate à informalidade e à concorrência desleal.

Fonte: Fenacon.org.br