Sebrae mostra vantagens da internet para pequenos negócios

O Sebrae acaba de disponibilizar para empresários e empreendedores de todo o país a versão on line de curso que mostra como utilizar a internet para melhorar a gestão do negócio. As inscrições podem ser feitas gratuitamente pela página www.ead.sebrae.com.br. Também estão disponíveis nas unidades estaduais do Sebrae, três novas oficinas presenciais voltadas para o tema: ‘Como criar um site de sucesso’, ‘Como usar um blog para a sua empresa’ e ‘Como abrir uma loja virtual’.

O curso e as oficinas, palestras e publicações integram o conjunto de soluções ‘Internet para Pequenos Negócios’, desenvolvido pelo Sebrae. São produtos que estão disponíveis nas versões presenciais e a distância. As palestras podem ser assistidas presencialmente ou por vídeo via TV Sebrae e Portal Sebrae. Já o curso – agora transposto para a internet – está distribuído em quatro módulos a serem feitos em 16 horas.

O público-alvo das soluções são empreendedores e empresários de qualquer ramo de negócio, com pouca ou nenhuma experiência no uso da internet. “O objetivo é mostrar que por meio das ferramentas disponíveis na internet é possível o empresário ampliar a rede de contatos, estruturar o relacionamento com o cliente, divulgar e promover vendas e melhorar as gestões administrativa, financeira e de pessoas”, explica a gestora responsável pela solução a distância, Daniela Cristina Mendes.

A coordenadora do Conjunto de Soluções Internet para Pequenos Negócios, Michelle Carsten, garante que “as oficinas tem um conteúdo tão prático que imediatamente são aplicadas ao negócio. Os participantes saem de cada oficina com seus próprios blogs, sites e lojas virtuais”. Ela informa que ainda este ano serão formatadas mais três oficinas para ajudar os donos de pequenos negócios a fazer buscas na internet, anunciar via sites de vendas e utilizar as redes sociais em favor dos seus negócios.

Compras coletivas

A cabeleireira da Rocinha Mirian da Silva, proprietária do salão de MM Cabeleireira Unissex, resolveu aderir aos sites de compras coletivas para atrair mais clientes para seu estabelecimento. Seu salão foi o primeiro a fazer parte do Clube Comunidade, site de compras coletivas voltado para favelas do Rio de Janeiro. “Os clientes que vêm atraídos pelo pacote promocional acabam fazendo outros serviços. É uma ótima ferramenta de promoção”, comemora. Ela já planeja divulgar novas promoções.

O site Clube Comunidade é dos sócios, Éden Meireles e Luciana Araújo da Silva, ambos moradores da Rocinha. “Os grandes sites de compras coletivas cobram grandes comissões e não trabalham com empresas de comunidades carentes, por serem consideradas áreas de risco. Hoje, a Rocinha conta com mais de seis mil empresas que estão prontas para oferecer produtos e serviços”, destaca Luciana. Segundo ela, em breve, o site irá atender empresas de outras comunidades do Rio como Rio das Pedras, Jacaré e Vidigal.

Fonte: Sebrae