Supersimples recebe mais de 50 mil registros em janeiro

Mais de 52 mil empresas conseguiram entrar no Simples Nacional em janeiro deste ano. O número foi divulgado nesta quinta-feira (2) pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN). Elas integram um lote de 244,5 mil empresas que solicitaram entrada no sistema no mês passado. Os pedidos restantes, em sua maioria, aguardam verificação de pendências, principalmente débitos com a União, estados ou municípios . “Mas ainda há a expectativa de que boa parte tenha regularizado a situação e esteja faltando apenas o processamento dos dados”, disse o secretário executivo do CGSN, Silas Santiago.

O resultado da checagem deve estar pronto no dia 15 de fevereiro. Para as empresas em início de atividade, o resultado pode sair antes, dia 10.  Segundo Silas Santiago, a quantidade de solicitações de adesão ao Supersimples superou as expectativas  CGSN, que previa 200 mil pedidos. Ele informou que o número de negócios que conseguiu entrar no sistema, em janeiro, está na média do mesmo período em anos anteriores.

O Simples Nacional, também conhecido como Supersimples, é o sistema de recolhimento de tributos dos micro e pequenos empreendimentos. A entrada nesse regime ocorre sempre em janeiro de cada ano. Quem não entrou no mês passado, só terá outra oportunidade no início de 2013. A exceção é apenas para as novas empresas, que podem se vincular ao sistema logo após a formalização.

O Supersimples conta atualmente com mais de 5,9 milhões de negócios. Destes, cerca de 1,9 milhão são empreendedores individuais (EI) – profissionais de 471 atividades que atuam por conta própria e têm renda bruta anual de no máximo R$ 60 mil.

Fonte: Agência Sebrae